quarta-feira, 20 de abril de 2016

O amor de Deus é singular/ The love of God is greater far

1
O amor de Deus é singular,
Ninguém jamais pode explicar;
É bem mais alto que os céus,
E mais profundo que o mar.
A nossos pais, que transgrediram,
Deus prometeu-lhes Jesus;
Oh! que amor sem par ouviram,
Linda promessa da cruz.
O amor de Deus, tão rico e puro,
Ninguém o pode explicar;
Jamais tem fim, é bem seguro,
Pra sempre o hei de louvar.
2
E quando o tempo se passar,
Os reinos todos vão ruir;
Ingratos homens vão clamar:
“Ó, venham, montes, nos cobrir.”
Porém o amor de Deus perdura,
Mesmo em tristeza e dor;
E vida eterna, bem segura,
Tem o que crê no amor.
3
Se fosse tinta todo o mar,
E os céus infindos, os papéis,
Quais penas fosse todo hastil,
E os homens, escrivães fiéis;
Nem mesmo assim o amor seria
Descrito em todo o fulgor;
Oh! deslumbrante maravilha
É esse eterno amor!



Frederick Martin Lehman, 1868-1953, nasceu em Mecklenburg, Schwerin, Alemanha e morreu em Pasadena-CA. Foi enterrado no Forest Lawn Memorial Park, Glendale, Califórnia. * Emigrou para a  América com sua família quando tinha 4 anos, vivendo em Iowa a maior parte de sua infância. Veio a Cristo aos 11 anos.
Frederick escreveu este hino em 1917 em Pasadena-CA, e foi publicada em 1919. A letra é baseada no poema judeu Haddamut,  (or Akdamut, אֵקְדָּמוּת מִלִּין), escrito em Aramaico em 1050 por Meir Ben Isaac Nehorai, um cantor em Worms, Alemanha.


Frederick descreve como o belíssimo hino "nasceu", em 1948: "Um dia, durante um curto intervalo no trabalho, peguei um pedaco de papel e sentei-me em uma caixa de limões vazia e com um toco de lapis acrescentei as primeiras duas estrofes. Quanto a terceira estrofe do poema judeu, havia sido escrita na parede de um quarto de um asilo para pessoas com problemas mentais, descoberto depois que o homem ter sido carregado para a sua sepultura. A opinião geral é que a pessoa  escrevera tais palavras em um momento em que estava lúcido."


A música, do próprio Frederick, teve arranjos de sua filha, 
Claudia L. Mays.













* Em janeiro de 2016 visitei o cemitério de Forest Lawn, em
Glendale, Califórnia, sem saber que Frederick havia sido enterrado lá. (PF, dono do blog)

_______
_________________________________________

L i n k s

O hino no original inglês com legenda:

https://www.youtube.com/watch?v=nEi463LcxxA


Cantado em português:

https://www.youtube.com/watch?v=cTb0q6x19Lo


Nota:

O hino também pode ser encontrado

nas interpretacões de Feliciano Amaral e Luiz de Carvalho

no youTube.com

___________

Nenhum comentário:

Postar um comentário